Vascaino.net

Notícias do Club de Regatas Vasco da Gama

Camisa 10? Zé Gabriel já atuou nesta função e fala sobre a situação no Vasco

O Vasco apresentou o volante Zé Gabriel nesta terça-feira. Contratado para ser volante, o atleta foi camisa 10 no início da carreira e lembra deste momento. O atleta explica suas características e revela ser capaz de exercer outras funções em campo.

”A versatilidade é algo que vai me ajudar, rodei algumas posições, até zagueiro, pela opção do síntese de começar a construir o jogo de trás. Tive dificuldades, normal de quem troca de posição, e optei por voltar para minha posição de origem que é volante”, disse o atleta.

Zé Gabriel foi apresentado no Vasco nesta terça-feira
Zé Gabriel foi apresentado no Vasco nesta terça-feira

Outros tópicos interessantes da coletiva de imprensa

Negociações de Zé Gabriel com o Vasco

”O Vasco é gigante, a história do clube fala por si só. Quando houve o primeiro contato, fui adiante com meu agente. Estou aqui hoje, agradeço pela oportunidade, é um momento único de representar essa torcida maravilhosa, que eu consiga dar meu máximo e responder dentro de campo. Estou muito feliz”

Críticas da torcida do Internacional

”A gente tem que saber lidar com isso. Tive um momento instável, mas não larguei a toalha, continuei trabalhando sério e vim pra cá pra mostrar isso também. Espero corresponder para que as coisas andem e deem certo”, falou Zé Gabriel.

Reforço do Vasco, Zé Gabriel era questionado no Internacional
Reforço do Vasco, Zé Gabriel era questionado no Internacional

Relação com o clube

”Tem vascaíno na minha família, queria falar aqui do maestro Ailton, marido da minha tia, um paizão, um cara que é vascaíno e quando falei com ele ele chorou. Não é um momento só meu, eu realizo o sonho de muita gente, carrego a minha família comigo, muita gente que vive minha vida. Momento feliz de vestir essas cores. O Ailton me ajudou muito, levo ele comigo, quando não tinha ninguém pra me levar pra treinar era ele quem me levava.”

Disputa por posição

”A disputa será sadia como tem que ser, todos trabalhando sério diariamente. Tem o Yuri, o Matheus, o Juninho que fez essa função no ano passado. Dor de cabeça a gente deixa pro Zé. Tenho que estar pronto para dar o melhor se for escolhido. Tenho as valências de ter um apoio ofensivo dependendo das circunstâncias do jogo, acho que posso ser um segundo volante se o Zé precisar.”